Foram efetuadas 7626 observações, com uma margem de erro de 0,31 %. Procurou-se obter representatividade por tipo de estrada a nível nacional. Assim, 37,2% das observações foram realizadas em estradas dentro das localidades, 30,8% em estradas fora das localidades e 32,0% em autoestradas. As observações foram realizadas em locais de abrandamento ou paragem sem policiamento.

Apurou-se que 2,5% dos condutores usavam o telemóvel durante a condução. A percentagem de condutores que utilizou o telemóvel foi 2,4% nos homens e 2,9% nas mulheres, não sendo estatisticamente diferentes (p=0,23). A informação sobre o sexo do condutor foi omissa em 11 observações.

Estes valores estão alinhados com os encontrados nos estudos de referência utilizados, onde se apurou uma prevalência de 2%.

     Uso do telemóvel, por sexo
  Sexo Com Telemóvel Sem Telemóvel  Total
 Homem   n 132 5421 5553
 % 2,4 97,6 100,0
 Mulher   n 59 2003 2062
 % 2,9 97,1 100,0
 Total   n 191 7424 7615
 % 2,5 97,5 100,0

Apurou-se igualmente que 3,4% dos condutores em autoestrada usaram o telemóvel durante a condução, 1,7% em estradas dentro das localidades e 2,6% em estradas fora das localidades, valores estatisticamente diferentes (p=0,001). A probabilidade de utilização é 48,9% superior em estradas fora das localidades (p=0,041) e 97,6% superior nas autoestradas (p<0,001) relativamente às estradas dentro das localidades.

     Uso do telemóvel pelo condutor, por tipo de estrada
  Local de Observação Sim Não  Total
 Autoestrada  n 82 2539 2441
 % 3,4 96,6 100,0
 Dentro das Localidades  n 49 2785 2834
 % 1,7 98,3 100,0
 Fora das Localidades  n 60 2291 2351
 % 2,6 97,4 100,0
Total n 191 7435 7626
% 2,5 97,5 100,0